Logo PARAÍBA.com.br

23 de October de 2014


Criatura encontrada no Ceará parece ser uma mistura bizarra de humano e inseto

26/06/2011 | 10h11min

Foi divulgado em alguns blogs do interior do Ceará, um fato possivelmente ocorrido no mês de abril deste ano na cidade de Brejo Santo.

Em um desses blogs: obomdaboa.blogspot.com e o Nem Ki Lask (O Melhor Portal Virtual e Interativo de Boa Viagem e Região)  está exposta esta imagem da ´criatura´ com a seguinte notícia:

´Criatura encontrada no Ceará pode ser filho de inseto com humano´

´Foi encontrada na cidade de Brejo Santo, Ceará, uma criatura que deixou todos os moradores espantados. O ser, que parece uma mistura de humano com algum inseto, foi encontrado no sítio dos pequenos agricultores, Raimundo e Maria Augusta. Ao avistarem a criatura, ligaram para a Polícia Ambiental.

O policial que atendeu a ocorrência, Jair Pontes, ficou abismado com o que viu: ´Parecia uma mistura de uma abelha como um humano, sabe?

Não sabia nem o que fazer com aquilo. Resolvi levá-la para a delegacia, e deixar nas mãos do delegado. Não queria ter nada com aquilo.´ O delegado de plantão, Paulo da Silva, alertou o departamento de Paleontologia da Universidade Federal do Ceará.

Em nota oficial, divulgada à imprensa, o reitor da universidade informou o seguinte: ´Não sabemos direito o que este ser é ou representa. Aparentemente é resultado de uma relação sexual entre um humano, e um inseto. Pode parecer constrangedor, mas isto ocorreu no nosso estado', diz.

Apesar de saber que é impossível a relação entre duas espécies gerar descendentes e também da diferença colossal entre um ser humano e um inseto (por maior que ele seja), os locais acreditam que a criatura é filha de homem e inseto.

Vale salientar que a criatura estava com uma temperatura muito elevada, o que nos faz cogitar que estava viva quando foi encontrada.´ Raimundo e Maria Augusta foram procurados para depor sobre o acontecido, mas estão foragidos e seu sítio foi completamente destruído por um incêndio.´

Em contato com autoridades locais, ninguém quiz ou não souberam falar sobre o assunto.

Más será mesmo que esse fato aconteceu? Ou poderia ser uma grande mentira?

Sertão informado
Redação