Logo PARAÍBA.com.br


Em estado grave: Sócrates está na UTI e respira por aparelhos

2011-09-06 11:13:00.0

O ex-jogador Sócrates continua internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Albert Einstein. Segundo boletim médico divulgado nesta terça-feira pelo hospital, Sócrates está respirando com o auxílio de aparelhos.

Sócrates, de 57 anos, voltou a ser internado na segunda-feira com uma hemorragia digestiva alta . Para tentar conter o sangramento, os médicos fizeram tratamento com medicamentos e radiologia. O estado de saúde dele é considerado grave.

Há dez dias, ele deixara o hospital após tratar do mesmo problema . Ele ficou oito dias internado, quando chegou a respirar com a ajuda de aparelhos.

O ex-jogador sofre de cirrose, principal causa das complicações que vêm debilitando sua saúde. Na internação anterior, ele ficou oito dias no hospital, chegou a passar por uma cirurgia.

Em entrevista concedida ao 'Fantástico', logo após a primeira internação, Sócrates admitiu que seu problema era uma consequência do abuso de bebidas alcóolicas.

- Eu pago pelo problema (do álcool). O fígado fica todo inflamado e não deixa passar nada. É como se fosse uma bomba de sangue represado, e ele vai ter de explodir em algum lugar. No meu caso, explodiu no estômago - afirmou.

Ídolo da torcida do Corinthians e líder do movimento conhecido como Democracia Corintiana, na década de 80, Sócrates foi o capitão e um dos destaques da seleção na Copa do Mundo de 1982. O ex-meia disputou também a Copa de 1986. Além do Corinthians, ele jogou também por Botafogo de Ribeirão Preto, Santos e Flamengo, no Brasil, e pela Fiorentina, da Itália.

Formado em medicina, Sócrates ganhou o apelido de 'Doutor'. Também era chamado de 'Magrão' devido ao seu porte atlético. Fumante desde os tempos de jogador, destacava-se também por suas opiniões políticas, e chegou a participar dos debates e eventos públicos da campanha das Diretas Já, em 1984. Sócrates é irmão de Raí, que foi campeão mundial com a seleção brasileira, na Copa de 1994.


O Globo