Logo PARAÍBA.com.br

23 de October de 2014


Irmão de Madonna vira mendigo e mora na rua: 'não vou pedir ajuda'

31/10/2011 | 09h14min

Como será a vida dos irmão de uma das estrelas mais polêmicas da música pop? Para Anthony Ciccone, irmão de Madonna, ela não é nada fácil. Com 55 anos, ele dorme há um ano e meio debaixo de uma ponte e se alimenta do que lhe dão nos abrigos para sem-teto. Ele é mais um na lista dos irmãos brigados com a cantora, que já conta com Marty, que a estrela não convidou para seu casamento em 2000, e Christopher, que publicou um livro em que acusa a popstar de estar cega com a fama. As informações são do jornal espanhol "El País".

Madonna, nascida em 1958, é a terceira de oito irmãos e a favorita de seu pai. Tony Ciccone é o patriarca de um pitoresco clã italoamericano, casado duas vezes: com a mãe de Madonna, que deu seu nome à filha e, após a morte dela em 1963, com a babá, Joan. O falecimiento de sua primeira mulher marcou os seis filhos que teve com ela, especialmente os dois mais velhos: Anthony e Marty. Ambos se transformaram nos rebeldes do bairro.

Seus irmãos lembram de Madonna como alguém sexualmente precoce. Em seus anos de escola, em uma apresentação no auditório da West Junior High de Michigan, subiu ao palco vestida só com calcinha e sutiã, com o corpo pintado. Parecia estar nua. Aquilo deixou a família mortificada. Na escola, diziam que Madonna era uma prostituta, usando palavras menos delicadas. Para qualquer uma, aquela crueldade teria sido um trauma. Para Madonna foi o nascimento de uma carreira.

Desde então, seus irmãos tiveram uma relação tempestuosa com a estrela em ascenção. Christopher, mais novo que ela, abertamente homossexual, aspirante a artista, trabalhou com ela: foi seu decorador e diretor de palco em várias turnês. Até o personal trainer Carlos León, que seria pai de sua filha Lourdes, aparecer na vida dela, em 1994. Depois, os irmãos se distanciaram.

Christopher atribui os rancores em família à obsessão pelo sucesso. "Ela ficou louca pelo sucesso, pela fama, pela pegajosa complacência dos aduladores, pela adoração irreflexiva das massas", escreveu em seu livro "My life with my sister Madonna", de 2008.

Anthony sempre teve, segundo Christopher, problemas com as drogas. Recentemente, ele trabalhou nos vinhedos do pai, mas foi demitido. Por isso, vive na rua. Ainda assim, segundo disse ao jornal "The Michigan Messenger", não aceitaria jamais um só centavo de Madonna, cuja fortuna é estimada em US$ 630 milhões.


180graus