Logo PARAÍBA.com.br

18 de April de 2014


Dois jovens assassinados no Conjunto Ernesto Geisel em menos de 24 anos. Os 2 casos tem ligação

01/03/2012 | 15h53min

Em menos de 24 horas, a Polícia registrou o segundo homicídio no Conjunto Ernesto Geisel, em João Pessoa e os dois casos podem ter ligação direta. O assassinato aconteceu por volta das 14 horas desta quinta-feira (dia 01), dentro da Escola Fenelon Câmara e a vítima foi um rapaz de 15 anos, Arcelino Erique Santos Costa, que presenciou a morte do colega na noite da quarta-feira (dia 29).

De acordo com o que foi apurado pela polícia, o rapaz foi visto correndo pela rua sendo perseguido por dois homens que estavam numa moto tipo Bross de cor preta. Ele tentou se esconder num supermercado, mas os seguranças impediram a entrada dele e o menor só teve como opção se esconder na escola Fenelon Câmara, onde ele estiva junto com o colega dele, Carlos Tenório da Silva Júnior, de 19 anos, assassinado na noite da quarta-feira.

A polícia conseguiu apurar que os dois estavam juntos na noite da quarta-feira nas imediações de um parque de diversões, quando dois homens chegaram em uma moto preta, Arcelino conseguiu fugir e Carlos Tenório foi assassinado.

Os matadores voltaram ao Conjunto Ernesto Geisel e conseguiram encontrar com Arcelino, que foi perseguido pelo meio da rua e como só encontrou refugio na escola onde estudava, entrou e tentou se esconder.

Como escola estava sem aulas por causa da morte Carlos Tenório, Arcelino entrou e os dois homens entraram atrás dele e o rapaz foi morto com vários tiros na cabeça. De acordo com informações da polícia, uma testemunha cuja identidade esta sendo mantida em sigilo, reconheceu um dos homens, identificado pelo apelido de “Gato Ajato”, morador da Comunidade Nova Trindade.


Jonas Batista com informações de Washington Luiz