Logo PARAÍBA.com.br

01 de November de 2014


Confira análise sobre o sistema operacional do novo Windows Phone 7.5 Mango; assista

18/04/2012 | 15h21min

O Windows Phone 7 demorou para chegar ao mercado. Isso levou a Microsoft a perder espaço para a Apple e a Google. O atraso pode ser justificado pelo fato do Windows Phone 7 ser um recomeço. O sistema foi reescrito inteiramente do zero.

Se por um lado isso fez com que ele demorasse a chegar, por outro trouxe um SO Mobile rápido, estável, integrado com as redes sociais e muito eficiente. Poucos modelos com essa versão desembarcaram em terras brasileiras. Somente agora, com a versão 7.5, é que mais aparelhos ganham espaço no mercado nacional.

Aprovado

Interface moderna com ícones dinâmicos

Apesar das inúmeras melhorias desde a versão anterior, a 7.5 não trouxe mudanças visuais na interface. Isso foi uma excelente escolha da Microsoft, que pretende padronizar todos os sistemas com estilo Metro. As tiles — pequenos ícones com conteúdo dinâmico — oferecem modernidade e praticidade, além de um visual muito bonito.

(Fonte da imagem: Tecmundo)

Antes não era possível adicionar aplicativos na tela inicial, mas agora você tem plena liberdade para isso. Os desenvolvedores também podem fazer tiles com conteúdo dinâmico, sendo que isso era permitido apenas para aquelas nativas do sistema. A tela de aplicativos também recebeu uma atualização importante, e agora você pode procurar os aplicativos instalados, através de um índice por ordem alfabética.

Integração com as redes sociais

A ideia do Windows Phone é transformar o seu telefone em um hub social, unificando todos os serviços de maneira prática, sem que você perceba que está recebendo mensagens de lugares diferentes — tudo para agilizar a comunicação com as diversas redes sociais existentes.

O ícone “Eu” na tela inicial do sistema exibe tudo o que acontece com você em todos os serviços cadastrados. Facebook, Twitter, Windows Live, tudo agregado em uma única tela. A partir dali, é possível responder os seus contatos sem precisar acessar as redes separadamente. O bate-papo também é centralizado, sendo que o Live Messenger, SMS e bate-papo do Facebook utilizam a mesma tela de conversa.

(Fonte da imagem: Reprodução/Microsoft)

O aplicativo de email permite que várias contas sejam adicionadas de uma única vez. As conversas ficam agrupadas e oferecem uma estrutura de hierarquia para auxiliar na hora da comunicação. O sistema aceita diversos serviços, como Gmail, Yahoo! Mail e, é claro, Windows Live.

Grupos

Com todos os seus contatos instalados, é possível formar grupos. Seus melhores amigos, seus colegas de escola, seus colegas de trabalho, vizinhos... Cada grupo tem uma identidade própria e pode ser trabalhado em separado. É possível enviar mensagens específicas a todos os membros, adicionar tarefas no calendário e assim por diante. O ícone do grupo na tela principal exibe notificações dinâmicas e mostra alterações no conteúdo dos perfis dos integrantes.

Multitarefa

A Microsoft incluiu na versão 7.5 do Windows Phone um sistema de multitarefas. Ao pressionar o botão Home, o aplicativo é minimizado. Ele permanece nesse estado indefinidamente ou até que outro aplicativo necessite de mais recursos, semelhante ao que acontece no iOS. Basta pressionar o botão “voltar” por um pouco mais de tempo e um menu no formato de cartas aparece, mostrando as últimas aplicações abertas.

(Fonte da imagem: Tecmundo)

Marketplace

A loja de aplicativos da Microsoft também mudou de cara com o Windows Phone 7. Ela é muito mais dinâmica e prática. O funcionamento é similar ao Google Play, a loja de aplicativos para Android. Games, programas, músicas e podcasts podem ser baixados com facilidade. A grande maioria do conteúdo encontrado por lá possui uma versão de demonstração para que você possa conhecer o programa antes de comprar.

A câmera

O software da câmera do Windows Phone é bem completo. São muitas as funções disponíveis, incluindo configurações de macro, efeitos de luz, brilho, contraste, qualidade das imagens, foco, envelhecimento, dentre outras. Alguns aparelhos com esse sistema operacional trazem um botão de dois tempos para as fotografias, como as câmeras fotográficas normais. O primeiro estágio foca e o segundo dispara a foto.

Caso a imagem não tenha ficado de boa qualidade, você pode clicar no botão de autocorreção dentro do álbum. Essa função corrige os tons de brilho, cor e contraste, melhorando automaticamente a qualidade da foto. Se não gostar do resultado, basta clicar em desfazer.

O Windows Phone pode marcar as pessoas nas imagens, assim como acontece no Facebook. Para fazer isso, basta um toque no rosto da pessoa para poder adicionar os dados dela contidos na agenda. Caso você queira compartilhar as fotos, poderá enviá-las diretamente para o Facebook ou para o Twitter.

Office Móvel

A Antiga Versão do Office para Windows Mobile era um pouco desajeitada. O que a Microsoft fez foi reinventar todo o programa, repensando na sua utilização e no que ele poderia ser útil em termos de mobilidade. A nova versão do Office ficou muito prática e competente.

Você tem acesso aos programas Excel, Word, Power Point e OneNote. Eles possuem uma série de modelos pré-definidos, como relatório de despesas, quilometragem, agenda, planilha de horas, dentre outros. Esses templates foram desenvolvidos para o modelo de utilização móvel.

(Fonte da imagem: Tecmundo)

O sistema oferece integração completa com o SkYDrive e também com o Office 365 — o serviço de armazenamento virtual da Microsoft e a versão do Office que funciona na nuvem, respectivamente —, sendo possível sincronizar sua conta com esses serviços e ter acesso aos seus arquivos de onde você estiver. Para o mundo corporativo, o novo Office aceita sincronização com o Exchange.

Internet Explorer 9

O navegador-padrão do Windows Phone 7.5 é o Internet Explorer. Ele trabalha com HTML5, CSS3, XHTML e outros. O motor JavaScript é muito rápido, e o navegador tem aceleração de gráfico por hardware. A tela do browser foi pensada para otimizar o espaço disponível no visor, sendo que a barra de endereços fica na parte de baixo dele.

Requisitos mínimos de hardware para garantir a eficiência

Para garantir o desempenho do sistema, a Microsoft passou a exigir, a partir da versão 7 do Windows Phone, um padrão mínimo de hardware. Graças a isso, dificilmente você vai encontrar um aparelho Windows Phone com lentidão na interface ou incapaz de rodar a maioria dos aplicativos.

O Windows Phone 7.5 ainda não aceita CPUs dual-core. Segundo a Microsoft, esses processadores consomem muita energia e não oferecem um desempenho para justificar o aumento no consumo. Apesar disso, a empresa não descarta a possibilidade de a próxima versão suportar processadores com essa característica.

Jogos e gerenciamento do sistema

Apesar de ainda não oferecer a mesma variedade que o iOS, o número de jogos vem crescendo dia após dia. Os maiores desenvolvedores de games para plataformas móveis já estão produzindo seus títulos para o sistema da Microsoft. Muitos deles possuem suporte à Xbox Live, compartilhando as conquistas dos jogos para PC, Xbox 360 e, agora, Windows Phone.

(Fonte da imagem: Tecmundo)

O software-padrão para o controle dos aparelhos Windows Phone é o Zune. Ele gerencia as suas bibliotecas de música, vídeos e, agora, aplicativos do Marketplace. Ele é muito mais simples e até menos burocrático que o iTunes, da Apple. Assim que você conecta um aparelho Windows Phone no PC, ele pede para baixar e instalar o Zune no computador.

O sistema é muito leve e oferece facilidade na hora de enviar os arquivos para o telefone. Basta selecionar os arquivos da biblioteca de mídia e arrastá-los para o ícone do aparelho, que está no canto inferior esquerdo da tela. A sincronização acontece na mesma hora. Tudo muito simples e fácil.

O Windows Phone 7.5 possui um modo de gerenciamento de energia muito eficiente. Quando a energia da bateria está perto de se esgotar, o sistema corta algumas funções automaticamente — como a multitarefa ou programas que rodam em segundo plano — para preservar as funcionalidades básicas do aparelho.

Reprovado

A busca-padrão ainda não é universal

O modo de busca do aparelho não é universal, ou seja, ao pressionar o botão de busca, você não poderá encontrar conteúdo do aparelho, pois é levado diretamente à página de buscas do Bing. Para localizar algo específico, cada categoria tem um ícone de busca próprio: um somente para os contatos e outro na tela de aplicativos. A Microsoft poderia implementar um sistema semelhante ao do iOS, no qual ele encontra primeiro o conteúdo do aparelho e depois oferece a opção de procura na internet.

A quantidade de jogos disponíveis no Marketplace brasileiro ainda deixa a desejar, assim como acontece na App Store. O Windows Phone não aceita mais de uma conta de cada vez para acessar o Marketplace (para alternar entre a loja americana e a brasileira, por exemplo) ou o Xbox Live. Caso você queira alterar sua Live ID, precisará reiniciar o aparelho com as configurações de fábrica e perder todos os seus dados.

(Fonte da imagem: Tecmundo)

Nada de vídeos para o YouTube

O serviço de compartilhamento de imagens e vídeos não inclui uma opção para enviar arquivos diretamente para o YouTube. Um sistema operacional que possui como uma das maiores bandeiras a integração social  deveria ter essa função. Além disso, o Windows Phone brasileiro não possui reconhecimento de voz, nem mesmo para comandos simples.

Visando copiar imagens, também não é possível acessar o armazenamento do aparelho pelo Windows Explorer. Para fazer isso, você precisa ter o Zune instalado no computador.

Vale a pena?

É difícil dizer se um sistema operacional vale a pena, já que cada pessoa possui necessidades específicas. As vantagens que o Windows Phone 7.5 traz sobre os concorrentes  são uma interface mais moderna e mais prática, muita velocidade, integração quase completa com as redes sociais e muita estabilidade.

O fato de a Microsoft ter nivelado os requisitos de hardware por cima garante que nenhuma plataforma com Windows Mobile terá um desempenho ruim. A insistência em preservar a interface original e não permitir alterações — como acontecia na época do Windows Mobile 6 — também serve para padronizar o sistema e os aplicativos desenvolvidos para ele.

(Fonte da imagem: Reprodução/Microsoft)

O Windows Phone 7.5 é robusto e pronto para qualquer um que precise do telefone tanto como ferramenta corporativa quanto social. Ele fornece quase tudo já de fábrica; ou seja, os aplicativos mais essenciais já estão incluídos. Quem não encontrar o que precisa pode acessar o Marketplace, que ainda não possui o grande número de aplicativos dos dois principais concorrentes, mas que está crescendo em progressão geométrica.

O sistema está muito bem desenvolvido e oferece inúmeros recursos já de fábrica, para satisfazer as necessidades das pessoas comuns. No entanto, quem procura por customização e mais liberdade dentro do telefone deverá sentir-se mais confortável com o Android.

Aqueles em busca de um novo aparelho devem sim levar em conta os novos modelos com Windows Phone. Ele pode ainda não ter atingido a maturidade do iOS e do Android em termos de desenvolvimento, mas está no caminho certo.



Tech Tudo