Logo PARAÍBA.com.br


Eduardo Campos rompe com o PT em Recife e PSB vai ter candidato próprio

2012-06-12 17:32:00.0



O governador de Pernambuco, Eduardo Campos, usará um evento sobre desenvolvimento econômico do Estado, na tarde desta terça-feira (12), para anunciar que não deverá apoiar o candidato do PT à Prefeitura de Recife, Humberto Costa. Simultaneamente, apresentará quatro opções para concorrer na capital, todas de seu partido, o PSB.

No final da semana passada, Campos exonerou quatro secretários de Estado, justamente para ter cartas na manga caso o impasse no PT permanecesse. São eles: Geraldo Julio, ex-titular da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Tadeu Alencar, ex-chefe da Casa Civil, Danilo Cabral, ex de Cidades, e Sileno Guedes, antes secretário de Articulação Social.

Campos dirá, na entrevista que concederá hoje, que deu todo o tempo possível para que o PT chegasse a uma solução de consenso que encerrasse a disputa interna do partido. Como nem a intervençãonacional pacificou o partido, uma vez que o prefeito João da Costa, impedido de disputar a reeleição, resolveu recorrer da decisão, o governador se sente liberado para apresentar uma opção que unifique os demais partidos da chamada Frente Popular.

Os dois mais cotados entre os pré-candidatos do PSB são Geraldo Julio e Danilo Cabral, que é deputado federal licenciado.

Campos também dirá que o acirramento da crise com o PT na capital pernambucana não influirá na decisão do partido de apoiar Fernando Haddad em São Paulo, conforme antecipou a Folha na edição de hoje.

O apoio a Haddad será anunciado ainda nesta semana por Campos, que deve se encontrar com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Folha.uol

Folha.uol