Logo PARAÍBA.com.br

20 de December de 2014


Confira o que fazer na hora do sexo quando a dor é provocada por acidente na cama

26/06/2012 | 14h47min

Ninguém espera que uma transa termine no pronto-socorro, mas é exatamente o que vejo durante meus plantões no setor de emergência. Trabalho nessa área há mais de sete anos e selecionei os cinco acidentes relacionados a sexo mais comuns. Sabendo como eles acontecem, você vai poder evitá-los e, assim, não correr risco de sua noite de amor virar caso médico.

A camisinha se perdeu dentro de você
Quando o preservativo escorrega, normalmente significa que não foi posto direito ou tinha o tamanho errado. Quer um conselho? Coloque-o você mesma, usando uma das mãos para apertar a pontinha enquanto desenrola o resto com a outra. A camisinha deve estar justa, porém confortável, e cobrir o pênis inteiro. Se depois do sexo ela “sumir” dentro de você, pode ser difícil de achá-la, pois a vagina está mais alongada e úmida que o normal. Mas não se desespere. Coloque um pé no chão e apoie o outro em uma cadeira, insira o indicador e o dedo do meio lá dentro para procurar a dita-cuja. Vá abaixando aos poucos, simulando sentar, o que ajuda a atingir o fundo do canal vaginal. Sem sorte? Marque uma consulta para amanhã de manhã com sua ginecologista, uma vez que o preservativo pode ficar dentro do corpo por uma noite, ou vá ao pronto-socorro.

O pênis “quebrou” quando faziam sexo selvagem
A fratura peniana ocorre quando você está por cima na transa e, sem querer, o pênis escapa da vagina. Ao descer com força, seu cócix pode bater no membro e romper um dos corpos cavernosos, causando dor, inchaço e vermelhidão. Se correrem ao pronto-socorro, o órgão é reparado com cirurgia e, dentro de seis semanas, nem parece que sofreu um incidente. Caso contrário, pode não se curar corretamente, ficando curvado ou com disfunção erétil. O único inconveniente é que o amigão dele ficará um tempo sem comparecer. Agora, para salvar seu amado desse triste destino, tente não cavalgá-lo com tanta violência.

O preservativo estourou
Provavelmente, o gato se esqueceu de apertar a pontinha, deixando-o cheio de ar. Ao ejacular, o sêmen estoura o látex. Se tiver certeza de que seu homem não tem nenhuma DST e você não toma anticoncepcional, preocupese com a contracepção. Dá para comprar pílulas do dia seguinte na farmácia, mas o ideal é consultar um médico antes. Agora, se não conhece direito o parceiro, saiba que uma única gota de sêmen expõe você a doenças como clamídia e aids. Vá ao ginecologista quanto antes.

O anel peniano ficou preso na base do pênis
Esse acessório serve para melhorar a ereção e fazê-la durar mais. E deve ser retirado (e colocado!) quando o membro não estiver ereto. Por isso, sugira um banho gelado. O frio vai diminuir a circulação, facilitando a remoção. Se não sair de jeito nenhum, vá para o hospital antes que os tecidos da região peniana fiquem sem oxigênio e morram — o que, em casos graves, pode levar até à amputação.

Você sente dor e queimação pós-sexo
Normalmente, achamos que é sintoma de infecção urinária. Mas, se houver verrugas ou bolhas dentro ou perto da vagina, o diagnóstico provável é de herpes — e só o médico pode esclarecer. A primeira erupção é mais forte, causado dor, coceira e feridas. Depois, tende a amenizar e é combatida com antivirais. Estima-se que, no mundo, cerca de 500 milhões de pessoas tenham herpes genital — e a doença é altamente contagiosa.

Revista Nova