Logo PARAÍBA.com.br

24 de October de 2014


Acusado de assassinato em João Pessoa é preso praticando desordesn em Cuitegi

30/06/2012 | 16h55min

André Pereira da Silva, 21 anos, residente à Rua Vicencialianza, 1576, no Rangel em João Pessoa, acusado de ter assassinado um rapaz nas proximidades da feira do Rangel, por motivo fútil. Segundo o acusado, ele e a vítima não se gostavam e que há dois meses e meio ele estava bebendo na feira quando avistou a vítima e sem sequer haver uma discussão desferiu um golpe de faca peixeira no peito da vítima, que morreu no local.

André (acusado) e Antonio Moura (Brenda)

André (acusado) e Antonio Moura (Brenda)

Após o fato, André fugiu para a cidade de Belém, no Brejo, onde se instalou na residência de um pai de santo conhecido como Fábio. Lá ele conheceu o homossexual Antonio Moura da Silva, 28 anos, conhecido como Brenda, residente à Rua Padre Aprígio, 33, no Conjunto Novo Belém, com quem manteve um relacionamento homoafetivo.

A informação da PM é que André se desentendeu com Brenda na casa de amigos e saiu para beber. Chegando às proximidades da DP local, ele quebrou dois copos de vidro no meio da rua e por esse motivo foi preso e levado para a DP. Os policiais CB Nielson e SD Gedione, do destacamento da cidade, comandados pelo Cabo Degivaldo, voltaram aos trabalhos de policiamento nas ruas da cidade e mais tarde, ao chegarem à delegacia, encontraram André cavando um buraco na parede da sela onde estava preso tentando fugir. Ao ser interrogado pelo soldado Gedione, qual o motivo de o mesmo estar tentando fugir, ele confessou ter praticado um homicídio na capital do Estado.

Pela manhã deste sábado (30)  o acusado foi transferido de Cuitegi para Guarabira pelo Serviço de inteligência do 4ºBPM e pelo agente Pereira do GTE (Grupo Tático Especial) da PC, onde foram realizados os procedimentos cabíveis pelo delegado plantonista e André se encontra preso à disposição da justiça.



Redação do Portal Mídia.Net com Blog do Jean Ganso