Logo PARAÍBA.com.br

19 de December de 2014


Greve? TST marca primeira audiência para acordo nos Correios

14/09/2012 | 16h58min

Na próxima quarta-feira (19), será realizada a primeira audiência de conciliação do pedido de dissídio coletivo protocolado pelos Correios contra a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios, Telégrafos e Similares (Fentect). A audiência será às 10h30, na sede do Tribunal Superior do Trabalho (TST), em Brasília. O processo foi distribuído para a vice-presidente do TST, ministra Cristina Peduzzi, responsável por designar e presidir audiências de conciliação e instrução de dissídio coletivo.

A ação protocolada pela ECT pede a intermediação do TST, em vista da greve e do esgotamento das negociações com a Fentect. Também solicita revisão do acórdão vigente, fruto do dissídio de greve de 2011 e que tem validade por quatro anos, e ainda requer que o Tribunal esclareça cláusula do acórdão sobre a concessão de um (01) vale-refeição/alimentação extra em dezembro de 2011, já pago pela empresa.

A proposta da ECT prevê reajuste de 5,2% nos salários e benefícios, garantindo o poder de compra do trabalhador com a reposição da inflação do último ano. O salário-base inicial, por exemplo, iria para R$ 991,77. Se somado o adicional de atividade que os carteiros recebem, o vencimento subiria para R$ 1.289,30. Este cargo é de nível médio.

Benefícios — Os Correios ainda oferecem aos trabalhadores vale transporte, assistência médica, hospitalar e odontológica para empregados e seus dependentes (inclusive na aposentadoria) e adicionais de atividade. Nos últimos nove anos os trabalhadores da ECT tiveram até 138% de reajuste salarial, sendo 35% de aumento real.

Além disso, a empresa vem investindo na melhoria das condições de trabalho: nos últimos 21 meses contratou 10 mil novos empregados e está contratando 3.302 novos empregados, de um total de 9.904 a serem admitidos até abril de 2013; investiu R$ 250 milhões na compra de 14 mil veículos e equipamentos e na construção, reforma e ampliação de 700 unidades operacionais, administrativas e de atendimento.

Assessoria Correios/ PB