Logo PARAÍBA.com.br

22 de October de 2014


Papa acompanhará encenação especial da Via-Sacra na Praia de Copacabana

04/06/2013 | 10h42min

Dois grupos de atores vão representar os últimos passos de Jesus Cristo, na Via-Sacra, durante a Jornada Mundial da Juventude. Uma das surpresas do evento, que espera reunir milhares de fiéis, é exibir uma montagem a poucos metros do Papa e  outra para o grande público. As duas vão acontecer ao mesmo tempo e terão como cenário a Praia de Copacabana, no dia 26 de julho. A ideia de criar dois espetáculos foi do diretor Ulysses Cruz.

“Será uma encenação em outra linguagem, feita de forma mais singela e íntima que vai fazer referência ao que vai estar acontecendo a mais de 800 metros de distância dele [do papa]. Ele [Francisco] vai ouvir o som original, mas a cena será totalmente diferente. Isso porque eu odeio a idéia do Papa, a figura que preside todo o evento, assistir a Via-Sacra de um telão", explicou o diretor.

Elenco vai envolver voluntários de todo o mundo (Foto: Andressa Gonçalves/ G1)Elenco vai envolver voluntários de todo o mundo
(Foto: Andressa Gonçalves/ G1)Cortejo da cruz

Vinte atores profissionais, que fazem parte da Trupe Peregrina, vão encenar diretamente para Francisco. Eles vão representar os peregrinos do mundo todo. De acordo com a direção do espetáculo, o grupo é formado por atores e bailarinos que trabalharam em grandes produções, como o Criança Esperança, também dirigido por Ulysses Cruz.

Adaptação jovem
A Via-Sacra vai mostrar os 15 passos de Jesus na via dolorosa, desde a condenação até a sua morte. A encenação vai associar o sofrimento de Jesus ao do jovem, fazendo uma alusão às principais questões que envolvem a juventude. A nova montagem foi escrita porJoão Carlos Almeida, conhecido como Padre Joãozinho, e José Fernandes de Oliveira, o Padre Zezinho.

Copacabana e Guarativa vão contar com 20 telões (Foto: Bruno Diego/ Arquivo pessoal )Copacabana e Guarativa vão contar com 20 telões
(Foto: Bruno Diego/ Arquivo pessoal )

“É uma encenação contemporânea, como nunca foi feita. A ideia é fugir do realismo e trabalhar com a emoção. A gente quer passar uma mensagem de que o jovem que é solidário com outro jovem é o rosto de Jesus, por isso chamamos de Via-Sacra do Jovem Solidário", explicou Cruz.

Inovações técnológicas
Em cada palco será feita uma movimentação cênica diferente que dura três minutos cada. Às 18h, Francisco vai sair do Forte de Copacabana de papamóvel e andará pela orla até a Praça do Lido, onde estará o palco principal. A primeira estação será montada na altura da Rua Santa Clara. Para cada uma das 13 estações será feito um palco com um cenário novo. As duas últimas estações, a 14ª e 15ª, acontecerão no palco central, onde estará o papa.

O Papa Francisco acena para fiéis neste domingo (26) em Prima Porta, subúrbio de Roma (Foto: Tiziana Fabi/AFP)Vinte atores profissionais vão encenar Via Crucis
especialmente para o Papa no palco principal
(Foto: Tiziana Fabi/AFP)

O roteiro da Via-Sacra, aprovado pelo Vaticano, inclui elevadores hidráulicos, talhas elétricas, fumaça, efeitos de LED, rampas e escadarias feitas de estruturas metálicas, fogos de artifício e efeitos especiais. Toda a encenação será sonorizada pela Avenida Atlântica na língua portuguesa e mais de 20 telões gigantes serão espalhados pela praia. Entre uma estação e outra são, em média, 50 metros de distância. Os palcos de oito metros de altura estarão voltados para a areia da praia. A pista do Leme será interditada para o cortejo da cruz.

O espaço utilizado para a encenação, que tem previsão de durar 1h30, é de 900 metros, maior do que o Sambódromo inteiro. São 13 palcos para a atuação de 260 voluntários e 14 atores profissionais. Entre os atores convidados, apenas Cássia Kiss está confirmada, como intérprete de Maria, mãe de Jesus. A cada estação, os atores vão dizer pequenos textos de reflexão sobre os valores cristãos. Segundo Ulysses Cruz, a inspiração da cenografia da Via-Sacra foi o barroco mineiro e português, além de recordar um pouco da história do teatro mundial.

Os passos de Jesus

A Via-Sacra vai mostrar os 15 passos de Jesus na via dolorosa, desde a condenação até a sua morte. A encenação vai associar o sofrimento de Jesus ao do jovem, fazendo uma alusão às principais questões que envolvem a juventude. A nova montagem foi escrita porJoão Carlos Almeida, conhecido como Padre Joãozinho, e José Fernandes de Oliveira, o Padre Zezinho.

“É uma encenação contemporânea, como nunca foi feita. A ideia é fugir do realismo e trabalhar com a emoção. A gente quer passar uma mensagem de que o jovem que é solidário com outro jovem é o rosto de Jesus, por isso chamamos de Via-Sacra do Jovem Solidário", explicou Cruz.

"Quando veio o convite, em janeiro, eu vi que era complexo, que envolvia muita gente, mas que era a minha cara. A minha missão não é fácil, é a história de uma vida, construída por cenas. É um megaprojeto. Nunca estive envolvido numa coisa tão grande. Quando aceitei, pedi que eu pudesse trabalhar também com a equipe que formei trabalhando no Criança Esperança. Eu e mais 12 pessoas, entre coreógrafos, diretores, assistentes de direção, figurinista, produtor musical, cenógrafos e produção de arte, vamos tentar garantir a qualidade das cenas", contou Ulysses, acrescentando que cerca de 600 pessoas estão envolvidas na produção.

Cruz Peregrina

Cruz Peregrina é levada pelos fiéis até o palco na praia de Icaraí, em Niterói (Foto: Matheus Giffoni/G1)Cruz Peregrina é levada pelos fiéis em Niterói
(Foto: Matheus Giffoni/G1)

A Cruz Peregrina, que viaja o país desde 2011, terá destaque durante a encenação. Será feito um cortejo composto por coroinhas de várias paróquias do Rio de Janeirox. Vinte jovens, chamados de guardas de honra da Cruz, representando todas as etnias do mundo, vão se revezar carregando o símbolo. Mais de 50 jovens da Marinha do Brasil vão ficar em torno para fazer a proteção do cortejo. Em volta, 200 jovens vão carregar as bandeiras de seus países.

"Não teremos uma figura que represente Jesus, serão vários. Os quadros mostram várias situações e a figura central de toda a encenação será a cruz. Posso garantir que terão muitas surpresas e a aparição da mãe de Jesus é uma delas. Vai ser instigante", declarou o diretor.

Ensaios
Jovens de várias partes do mundo estão trabalhando na organização e os ensaios começaram há mais de um mês. "Muitos vieram para o Rio só para isso, mas a maior parte chega uma semana antes do evento. Todos são voluntários da Jornada”, explicou.

Os ensaios acontem no Colégio Santo Inácio, em Botafogo, na Zona Sul do Rio. Os componentes passam por um ciclo de palestras. Em julho, os palcos serão montados no Cais do Porto e os ensaios serão feitos no cenário original, que será desmontado para ser levado para Copacabana. O ensaio geral acontecerá na Av. Atlântica, na madrugada de 26 de julho. Os palcos são modulados, feitos de ferro e madeira.

“O jovem tem que voltar para as suas casas com a idéia de fazer novos discípulos. Eu me considero um jovem e adorei abraçar essa causa. Hoje vejo que nada é por acaso e esse meio tem mexido muito comigo. Todas as idéias apareceram na minha cabeça com tanta clareza e acho que é porque eu entendi o que eles queriam mostrar para os jovens", comemorou Ulysses.

G1