Logo PARAÍBA.com.br

25 de October de 2014


Jorge Vercilo se apresenta com novo show neste sábado em João Pessoa

12/07/2013 | 15h57min

O empresário e produtor de eventos paraibano Barnei Monteiro informou que todos os detalhes para a apresentação do cantor Jorge Vercillo neste sábado (13) a partir das 20 horas, na Casa de Shows Domus Hall, em Manaíra, em João Pessoa, estão sendo finalizados.

De acordo com Barnei, a expectativa é que cerca de quatro mil pessoas compareçam ao evento seleto (privé) - só para convidados especiais. “Foram distribuídos quase quatro mil convites e pela procura acelerada, estimamos que cerca de quatro mil pessoas prestigiem essa apresentação do cantor Jorge Vecillo na Domus que hoje é apontada como uma das maiores Casas de Shows do nordeste,” destacou o empresário Barnei Monteiro. Maiores informações poderão ser obtidas pelo celular 83 8717 9898 com o próprio empresário.

Jorge Luiz Sant´anna Vercillo (recentemente, adotou seu sobrenome original, incorporando mais um “L”) (Rio de Janeiro, 11 de outubro de 1968) é um cantor, violonista e compositor brasileiro. Com mais de 1,5 milhão de CDs e DVDs vendidos em mais de 15 anos de carreira, Jorge Vercillo é hoje um requisitado compositor. Até o momento, Vercillo lançou 10 CDs inéditos e 5 DVDs, tendo conquistado 1 Disco de Platina, 3 Discos de Ouro e 2 indicações ao Grammy Latino (2007 e 2009). Suas canções já foram gravadas tanto por novos expoentes, quanto por grandes nomes da nossa música, como Ana Carolina, Maria Bethânia, Caetano Veloso, Buchecha, Leila Pinheiro, Luiza Possi, Danilo Caymmi, Pedro Mariano, Jorge Aragão, Peri Ribeiro, dentre outros.

Jorge Vercillo é formado em jornalismo mas nunca chegou a exercer a profissão. Começou na música por incentivo de sua tia Lêda Barbosa aos 16 anos1 , depois de "desviado" dos treinos de futebol no Flamengo, por uma fita cassete contendo músicas de Djavan. Iniciou sua carreira artística aos dezesseis anos de idade, tocando em bares e em 1989 no Festival Internacional de Trovadores (INTROVESTCUR), em Curaçau, alcançou o primeiro lugar com a canção "Alegre", de sua autoria, recebendo também o prêmio de melhor intérprete.1 Jorge Vercillo nasceu em 11 de outubro de 1968, no Rio de Janeiro. Começou a se apresentar em bares cariocas ainda jovem, aos 15 anos de idade. Por incentivo de sua tia, Lêda Barbosa, foi se afastando dos treinos de futebol no Flamengo, onde já mostrava habilidade. Enquanto se apresentava na noite carioca, participou de vários festivais de música pelo país. Em 1989 e 1990, representou o Brasil no Festival Internacional de Curaçao, no qual venceu pelos dois anos consecutivos. Em 1989, com a canção “Alegre”, de sua autoria, e, no ano seguinte, com a canção “No bay”, no idioma nativo.

Em 1993, tem a chance de gravar seu disco de estréia, "Encontro das águas" (Continental), produzido por Renato Corrêa. O álbum foi bem recebido e duas canções do repertório se tornam sucessos nas rádios do todo o país: "Encontro das águas", que fez parte da trilha da novelaMulheres de Areia, e "Praia Nua", da novela Tropicaliente, ambas da TV Globo. Embalado pela boa repercussão de seu disco de estréia, Jorge Vercillo lança o CD "Em tudo que é belo" (Continental), em 1996, trazendo experimentos e fusões com a world music. Com esse disco, foi indicado para o Prêmio Sharp 1997 na categoria Melhor Cantor Pop. Em 1998, se desliga da gravadora Continental e lança, de forma independente, o CD Leve (1999). O disco traz "Final Feliz", música de sua autoria, gravada em duo com Djavan. A canção teve repercussão imediata nas rádios de todo o país e ganha uma releitura nas vozes de Caetano Veloso e Alexandre Pires, gravada no DVD ao vivo do grupo Só pra Contrariar. O sucesso de "Final Feliz" se estende ao longo do ano de 2000. E levou o cantor e compositor a subir ao palco do Canecão, RJ, também de forma independente. A repercussão de uma única apresentação numa casa de espetáculos lotada chamou a atenção de vários executivos de gravadoras multinacionais. Ainda em 2000, Jorge Vercillo assina com a sua atual gravadora, a EMI Music, que relança o álbum Leve, no final do mesmo ano. O disco rendeu ainda os sucessos “Leve”, “Avesso” e “Em órbita”.


Assessoria


Assessoria