Logo PARAÍBA.com.br

23 de July de 2014


Família inscrita no Bolsa Família na PB recebe mil reais; Governo confirma abono natalino em dezembro

15/09/2013 | 18h06min

A secretária de Desenvolvimento Humano do Estado, Aparecida Ramos, revelou que uma família de Cacimba de Dentro com 15 filhos recebe R$ 1 mil reais de ajuda do Bolsa Família. Segundo a secretária, o montante é possível porque a família reúne condições para receber de vários programas do Governo Federal.

“Para receber o Bolsa, a família tem que ter a renda de R$ 70,00 per – capita. Por exemplo, uma família de 5 filhos teria que ter uma renda de até 350,00. A família também pode ter acesso a valores adicionais, se a mãe for gestante recebe um adicional de cerca de R$ 32 reais”, contou.

Segundo a secretária, há adicionais por cada criança e pelos filhos adolescentes. “Depende do número de filhos e se estão dentro dos critérios”, frisa Ramos.

Entre os critérios para participar do programa, a família tem que ter a criança matriculada e com freqüência escolar, além de manter em dia o cartão de saúde com as vacinas.

Na Paraíba, além da família que recebe mil reais com 15 filhos, existe um outro caso de um família que recebe R$ 800,00, na cidade de Bernardino Batista. “Isso é porque além de terem o Bolsa Família, essas famílias estão inseridas nas outras variáveis que já expliquei, como o programa Brasil Carinhoso, voltado para os adolescente”, frisou Aparecida Ramos.

Para ter acesso ao valor mínimo do programa (R$ 70,00) a família pode ter filho ou não. No entanto, a partir de R$ 140 reais, só é permitido o acesso às famílias que têm filhos.

Abono Natalino – A secretária confirmou que já faz parte do orçamento do Governo do Estado o pagamento do abono natalino do Bolsa Família. No ano passado o abano foi de cerca de R$ 30,00.

“Este ano ainda estamos estudando o valor. O pagamento deverá ser feito até a primeira quinzena de dezembro. Esse abono natalino é exclusivamente com recursos estaduais”, pontuou Aparecida Ramos que frisou:

“A Paraíba é o único estado que paga o abono a todos os 504 mil inscritos no Programa.  Poderíamos ter elevado o valor do Bolsa, mas diminuído o número de pessoas aptas a receber o abono natalino, entretanto resolvemos pagar a todos”, finalizou.


Paulo Dantas