Logo PARAÍBA.com.br

29 de July de 2014


Amor à Vida: Após flagra, Paloma dá uma surra em Aline e se separa de Bruno

07/11/2013 | 12h04min

O que eu imaginava vai acabar acontecendo em Amor à Vida. Bruno (Malvino Salvador) continuará resistindo às investidas de Aline (Vanessa Giácomo), mas acabará caindo em uma armadilha da “Doutora em Piranhagem”. É o que conta a colunista Patrícia Kogut.

Aline chama Bruno para conversar sobre mais alguns empreendimentos imobiliários. Inocente (ou burro mesmo), ele cai direitinho na conversa da pilantra. Ela também liga para Paloma e mente que seu bebê está doente, para que a médica vá correndo socorrer o irmãozinho.

Enquanto isso, Aline derrama chocolate quente na camisa de Bruno, depois, ela tira quase toda a roupa e fica seminua. Paloma chega e encontra o cenário mais comprometedor possível: Bruno sem camisa e Aline quase pelada. Impossível não acreditar que rolou uma traição, né?

Bruno, é claro, diz a clássica frase “não é nada disso que você está pensando” (nesse caso, não é mesmo). Paloma também dá uma resposta bem óbvia e manjada em novelas:

- Eu não preciso pensar nada. Estou vendo. A Aline em trajes íntimos, você saindo do banheiro se enxugando. Aline, você me chamou porque o seu filho estava doente, e eu te pego com o Bruno?

A safada capricha na encenação:

- Pouco antes de eu te chamar, Paloma, eu tinha dado um antitérmico para o meu filhinho. Ele reagiu tão bem que eu já ia te ligar dizendo para você não vir. Mas aí o Bruno tocou a campainha, ele estava tão fogoso. Ele já foi me agarrando, me puxou para o quarto e, quando eu vi, já estava rolando… Eu e o Bruno, a gente tem um caso, não dá mais para mentir. Paloma, você tem que ser muito burra pra não ter percebido antes.

Paloma perde a linha e parte pra cima da madrasta. Assim como Pilar (Susana Vieira), a médica também dá uma bela surra na mau-caráter.

- Não bastava ter roubado o meu pai da minha mãe. Agora você tem um caso com o meu marido! Você é o que todo mundo sempre disse: uma piranha! Uma piranha de baixo nível! Eu vou acabar com você! Vai embora desse apartamento agora! É do meu pai! Sai, vagabunda, sai!

Em casa, Paloma tem uma briga feia com Bruno e anuncia que vai se separar dele:

- Eu peguei vocês dois juntos. Eu sempre te disse que a única coisa que eu seria incapaz de suportar é a traição. Era melhor você ter vindo para mim, dito que tava interessado em outra. Mas pegar os dois juntos, você saindo do banheiro, se enxugando com a toalha. E você ainda diz que não aconteceu nada? A troco do que ela ia inventar uma história dessas? Por isso ela estava tão interessada nos lançamentos imobiliários. Bruno, você me traiu com a mulher do meu pai. É horrível. Eu quero me separar de você.

Pra completar seu plano, Aline conta a César (Antonio Fagundes) que foi Bruno quem a agarrou. O médico acredita totalmente na história da esposa e não dá ouvidos quando Paloma tenta contar o que aconteceu. Como havia planejado, Aline consegue separar pai e filha, ficando livre para acabar de vez com o maridão.

Está certo que a cena é clichê, mas mesmo assim a gente fica com raiva de tanta ingenuidade dos mocinhos. Primeiro, de Paloma, que permitiu a aproximação do marido com Aline, mesmo sabendo que a piranha destruiu o casamento de seus pais. Mas quem ganha em matéria de imbecilidade é Bruno! O corretor sempre soube que a pilantra estava cheia de segundas intenções, Ordália (Eliane Giardini) também percebeu que tinha alguma coisa errada e alertou o filho, mas nem assim o rapaz ficou longe da tentação. Aí é difícil de torcer pros bonzinhos, né? É muita burrice junta!

Blog dos Noveleiros