Logo PARAÍBA.com.br

16 de September de 2014


Chuvas isoladas são registradas em várias regiões da Paraíba, diz Aesa

19/12/2013 | 10h23min

A Agência Executiva de Gestão das Águas do estado da Paraíba (Aesa) registrou entre a noite desta quarta-feira (18) e a manhã desta quinta-feira (19), chuvas isoladas em várias regiões do estado. De acordo com os meteorologistas do órgão, os maiores índices foram registrados no Sertão e no Cariri paraibano. A Aesa registrou pricipitação significativa nas cidades de Sousa (63 milímetros), Monteiro (31,6 mm), Cabaceiras (21 mm) e Patos (16,6 mm).

Segundo Marle Bandeira, meteorologista da Aesa, as chuvas são decorrentes de um sistema meteorológico que está atuando na região e a previsão do órgão é de que continue a chover nas próximas 24 horas. “Não existe relação entre estas chuvas de dezembro com as do período chuvoso no Sertão e Cariri, chuvas isoladas são comuns de acontecer nesta época do ano e essa condição deve começar a reduzir no fim de semana”, explicou Marle.

A meteorologista explica que, apesar dos índices registrados, ainda é cedo para avaliar se estas chuvas irão impactar no volume de água dos reservatórios estaduais. No estado, dos 121 mananciais monitorados pela Aesa, 28 estão em situação crítica, com menos de 5% do volume total. Em Taperoá, o açude que abastece o município está com apenas 1% da capacidade.

Durante esta quinta-feira (19), a Aesa está realizando a II Reunião de Análise e Previsão Climática para o setor norte da Região Nordeste. Meteorologistas de todo a região e um convidado do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, em São Paulo, estão na sede do órgão, em Campina Grande, com o objetivo de discutir a previsão de chuvas para 2014.

Segundo Marle Bandeira, haverá uma reunião para a análise climática, bem como uma avaliação dos campos atmosféricos e oceânicos de grande escala e uma videoconferência com os centros de meteorologia do Brasil, com o intuito de analisar uma previsão para o país. Hoje à tarde, a partir das 17h (horário local), será realizada uma coletiva de imprensa para divulgar as previsões para o ano que vem.

G1