Logo PARAÍBA.com.br

24 de November de 2014


Festival CINEPORT divulga sua programação de filmes, shows e eventos em JP; confira

24/03/2014 | 09h52min

O Festival de Cinema dos Países de Língua Portuguesa – CINEPORT é o maior e mais prestigiado evento de cinema dedicado ao audiovisual lusófono.Na sua sexta edição, o evento promovido pela Fundação Cultural Ormeo Junqueira Botelho e patrocinado pela Energisa por meio da Lei Federal de Incentivo á Cultura divulgou nesta segunda feira (24) os filmes, shows e eventos que irão compor boa parte de sua grade de programação.

A programação de filmes se dividirá entre os filmes vencedores do Troféu Andorinha Longa Metragem, que foram escolhidos previamente por um júri formado por renomados críticos e jornalistas brasileiros e portugueses, os filmes selecionados para a competição de curtas e médias metragens, a seleção paraibana de curtas que concorrem ao Prêmio Energisa Estímulo ao Audiovisual Paraibano e os filmes especiais como os da Mostra do Cinema Contemporâneo Brasil-Portugal-África e da Mostra Guimarães Capital da Cultura Europeia.

Entre os filmes vencedores do Troféu Andorinha destaque para “O que se Move” de Caetano Gotardo, eleito pela júri CINEPORT o melhor filme lançado comercialmente em 2013 no âmbito dos países de língua portuguesa. O filme que poderá ser visto no dia 11 no Festival, em sessão que contará com as presenças já confirmadas das atrizes Fernanda Vianna e Cida Moreira, aborda três histórias em paralelo:uma diz respeito a pedofilia; a outra, a um reencontro familiar; a terceira a morte de um filho pequeno em circunstancias inesperadas. Tragédias do cotidiano tratadas de forma poética e melancólica pelo jovem e talentoso diretor Caetano Gotardo. Nas mostras competitivas 39 filmes oriundos do Brasil e Portugal concorrem ao Troféu Andorinha Curtas e Médias e 27 produções foram selecionadas para o Prêmio Energisa de Estímulo ao Audiovisual Paraibano. Os filmes da África Lusófona terão lugar na Mostra Cinema Contemporâneo Africano onde raridades como os filmes dos diretores guineenses Sana Na Hada e Flora Gomes serão exibidos.

Os shows apresentados no Festival prometem levar ao público paraibano a nova safra da produção musical portuguesa representada pelas cantoras e divas Carminho eLula Pena, a banda Osso Vaidoso, além dos DJ Mike Stellar e White Haus que obviamente apresentarão uma seleção das pistas europeias e prometem colocar todo mundo para dançar. Do lado paraibano, shows com as bandas Troça Harmônica, Cabruêra, Os Gonzagas e Star 61, entre outros nomes listados, devem animar as noites ecléticas com muito forró, rock e MPB para o deleite dos convidados internacionais do evento e para o público local já familiarizado com a música de grande qualidade que a Paraíba produz,um verdadeiro celeiro musical no Brasil.

O Festival também contará com exposições e instalações artísticas dos portugueses Daniel Blaufuks e Pedro Bastos, do fotógrafo paraibano Augusto Pessoa, peça de teatro e lançamento de livros. O festival promove ainda uma agenda específica voltada para a classe cinematográfica com o 1 Encontro Nacional de Polos e Arranjos Produtivos de Audiovisual que buscará fomentar a regionalização da produção audiovisual.

Confira abaixo a programação de abertura, a lista dos filmes vencedores e selecionados e a agenda de shows:

Programação de Abertura

DIA 04 DE ABRIL

Local: Usina Cultural Energisa - Rua Juarez Távora , 243 – João Pessoa – Paraíba

18h00 - Abertura das exposições dos artistas portugueses Daniel Blaufuks e Pedro Bastos.

18h30 - Sessão de Abertura na Tenda Andorinha com convidados, autoridades  e cineastas dos países da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa- CPLP.

19h00 - Exibição dos curtas da Mostra Guimarães Capital da Cultura Europeia: “O bravo som dos tambores” de João Botelho, “A Palestra” de BRUNO DE ALMEIDA  E “EM HONRA DE SÃO GUALTER” DE RUI SIMÕES.

VENCEDORES TROFÉU ANDORINHA LONGA

MELHOR FILME – O que se move - Brasil

MELHOR DIRETOR - Miguel Gomes por Tabu - Portugal

MELHOR ROTEIRO - João Vianna por A batalha de Tabatô – África (co-produção – Guiné Bissau/Portugal)

MELHOR FOTOGRAFIA - Walter Carvalho por Educação Sentimental - Brasil

MELHOR MONTAGEM/EDIÇÃO - Telmo Churro, Miguel gomes por Tabu - Portugal

MELHOR SOM - Catharina Apolônio (edição de som), Ricardo Cutz, Kleber Mendonça (sound designer), Carlos Montenegro (mixagem), Gera Vieira (mixagem) por O som ao redor - Brasil

MELHOR ATOR - Jesuíta Barbosa por Tatuagem - Brasil

MELHOR ATRIZ - Rita Durão por A Vingança de uma mulher - Portugal

MELHOR ATOR COADJUVANTE - Carlos Santos por Operação Outono - Portugal

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE - Rosa Mario por Virgem Margarida – “África (co-produção Moçambique/França/Portugal)

MELHOR DIREÇÃO DE ARTE - Juliana Ribeiro por Cine Holliúdy - brasil

MELHOR FIGURINO - Rubens Barbot e GattoLarsen por Esse amor que nos consome - Brasil

MELHOR FILME DOCUMENTÁRIO - E agora? lLembra me - de Joaquim Pinto - Portugal

DIREÇÃO DOCUMENTÁRIO - Ardiley Queirós por A cidade é uma só? - Brasil

FOTOGRAFIA DOCUMENTÁRIO - Pedro Patrocínio por I loveKuduro – África (co-produção Angola/Portugal)

MONTAGEM DOCUMENTÁRIO - Gonçalo T’ocha por A mãe e o mar - Portugal

SELECIONADOS PARA A MOSTRA COMPETITIVA ANDORINHA CURTA E MÉDIA METRAGEM:

ANIMAÇÃO:

CANOTROFE, de Paulo D`Alva (Portugal)

DO CÉU E DA TERRA, de Isabel Aboim Inglez (Portugal)

FADO DO HOMEM CRESCIDO, de Pedro Brito (Portugal)
KALI, O PEQUENO VAMPIRO, de Regina Pessoa (Portugal)

LINEAR, de Amir Admoni (Brasil)

M, de Joana Bartolomeu (Portugal)

MACACOS ME MORDAM, de César Maurício e Sávio Leite (Brasil)

O REFUGIADO, de Rui Cardoso (Portugal)

OUTRO HOMEM QUALQUER, de Luís Soares (Portugal)

SATURNO, de Sávio Leite e Clécius Rodrigues (Brasil)

DOCUMENTÁRIO:

A COMUNIDADE, de Salomé Lamas (Portugal)

A RUA DA ESTRADA, de Graça Castanheira (Portugal)

CINZAS, ENSAIO SOBRE O FOGO, de Pedro Flores (Portugal)

FILME PARA POETA CEGO, de Gustavo Vinagre (Brasil)

MONUMENTO, de Gregório Graziosi (Brasil)

MWANY, de Nivaldo Vasconcelos (Brasil)

O CALÇO DA MESA, de João VargasPenna (Brasil)

O CANTO DO ROCHA, de Helvécio MarinsJr. (Portugal)

QUEM TEM MEDO DE CRIS NEGÃO?, deRenê Guerra (Brasil)

SOBRE VIVER, de Cláudia Alves (Portugal)

VAMOS TOCAR TODOS JUNTOS PARA OUVIRMOS MELHOR, de Tiago Pereira (Portugal)

1962: O ANO DO SAQUE, de Rodrigo Dutra e Vítor Ferreira (Brasil)

FICÇÃO:

A DESCOBERTA, de Ernesto Molinero (Brasil)

AO LOBO DA MADRAGOA, de Pedro Bastos (Portugal)

CAROSELLO, de Jorge Quintela (Portugal)

COLOSTRO, de CainanBaladez e Fernanda Chicolet (Brasil)

DENTRO, de Bruno Autran (Brasil)

GAMBOZINOS, de João Nicolau (Portugal)

MÁ RAÇA, de André Santos e Marco Leão (Portugal)

MANHÃ DE SANTO ANTÔNIO, de João Pedro Rodrigues (Portugal)

MULHER MAR, de Filipe Pinto e Pedro Pinto (Portugal)

O MELHOR AMIGO, de AllanDeborton (Brasil)

PODER DOS AFETOS, de Helena Ignez (Brasil)

POUCO MAIS DE UM MÊS, de André Novais Oliveira (Brasil)

PRAZERES, de Erasmo Alcântara (Brasil)

SOLO, Mariana Gaivão (Portugal)

TABATÔ, de João Viana (Portugal)

TEJO MAR, de Bernard Lessa (Brasil)

TREMOR, de Ricardo Alves Jr. (Brasil)

SELECIONADOS DA MOSTRA COMPETITIVA PRÊMIO ENERGISA ESTÍMULO AO AUDIOVISUAL PARAIBANO

A CÓPIA, de Rodolpho Cavalcanti de Barros

ALÉM DO TÚNEL, de NatanPedroza

A QUEIMA, de Diego Benevides

ABÚZU, de Cecília Bandeira

AMADOR, de NathanCirino

ATO INSTITUCIONAL, de Helton Paulino

BODAS DE ARUANDA, de Chico Sales

CANCHA, de Luciano Mariz

CAPELA, de Ramon Batista

CONTÍNUO, de OdécioAntonio

COVA ABERTA, de IanAbé

DITO, de José Dhiones Nunes

GATILHO DE PRATA, de Bruno de Sales

ILHA, de Ismael Moura

INOMINÁVEL, de Felipe Lavorato

LEPROSÁRIO, de Luís Barbosa

MALHA, de Paulo Roberto

MONTURO INVISÍVEL, de Leonardo Gonçalves da Silva

NÃO TÃO LONGE, de IanAbé

NEGRA MORTE MORTE NEGRA, de Ricardo Migliore

O DESEJO DO MORTO, de Ramon Porto Mota

O LENDÁRIO ESCRITOR DE FRASES DO BISCOITO DA SORTE, de Marcelo Quixaba Gonçalves

O MATADOR DE RATOS, de Arthur Lins

O TERCEIRO VELHO, de Marcus Vilar

O VENDEDOR DE ARMAS, de Erik Medeiros

PÚRPURA, de Tavinho Teixeira

SOPHIA, de KennelRógis

PROGRAMAÇÃO MUSICAL

Dia 04 -Troça Harmônica (PB)

Dia 05 – Osso Vaidoso (Portugal) e DJ White Haus (Portugal)

Dia 06 – Os Trilhas (PB)

Dia 07 –Os Gonzagas (PB)

Dia 08 – Seu Pereira e Coletivo 401(PB)

Dia 09 – Star 61 (PB)

Dia 10 - Carminho ( Portugal)

Dia 11- Lula Pena (Portugal) e DJ Mike Stellar (Portugal)

Dia 12- Cabruêra (PB)


Assessoria