Logo PARAÍBA.com.br


Injustiçado? Ídolos brasileiros sentem falta de Neymar entre finalistas da Fifa

2017-01-10 09:23:00.0

Neymar não conseguiu repetir o feito de 2015 e nesta edição ficou fora do trio de finalistas ao prêmio da Fifa de melhor jogador do mundo. Cristiano Ronaldo foi o grande vencedor da festa de gala em Zurique (34,54% dos votos), realizada nessa segunda-feira, enquanto Messi (26,42%) e Griezmann (7,53%) completaram o pódio. O craque da Seleção ficou em quarto, com 6,23% dos votos, e teve a ausência bastante lamentada por outros ídolos do futebol brasileiro.

- Discordo de ele estar fora, porque acredito que o ouro olímpico foi um feito importante, ele demonstrou ao longo do ano toda suas extensas habilidades e técnica - disse Ronaldo Fenômeno, valorizando o fato de Neymar ter sido protagonista de uma conquista inédita no Brasil.

Roberto Carlos, Ronaldo e Cafu sentiram falta de Neymar no prêmio da Fifa (Foto: Ivan Raupp)Roberto Carlos, Ronaldo e Cafu sentiram falta de Neymar no prêmio da Fifa (Fotos: Ivan Raupp)

Assim como Ronaldo, os ex-laterais da seleção brasileira Cafu e Roberto Carlos marcaram presença no evento de gala da Fifa e defenderam Neymar.

- O Neymar vem sempre se destacando, né? Vem sendo uma das maiores potências do futebol brasileiro e mundial. Quando o Messi ficou um período fora do Barcelona, o Neymar levou o time nas costas com jogadas e gols. Como brasileiros, sentimos muita falta do Neymar entre os três primeiros. Mas, se não foi desta vez, com certeza na próxima ele estará aqui, e estaremos torcendo para ele ganhar esse prêmio de melhor jogador do mundo - analisou Cafu.

Embaixador do Real Madrid, Roberto Carlos deixou de lado a rivalidade com o Barcelona para mostrar sua torcida por Neymar.

- Eu queria estar aqui dando um abraço nele, queria muito que ele estivesse aqui com a gente. É um jogador fantástico, além de ser meu amigo. Ele me chama de "tio". Será que estou tão velho assim? Mas espero vê-lo aqui ano que vem. É um grandíssimo jogador e está dando muitas alegrias a nós, brasileiros. Ele entra nesse grupo (de maiores craques ao lado de Messi e Cristiano), porque está fazendo um grande trabalho no Barcelona. É um jogador que admiro muito e espero que no ano que vem ele possa estar nesse trio de melhores do mundo.

E não precisa ser brasileiro para sentir falta de Neymar. Maior ídolo da história da Argentina, Diego Maradona, que é fã declarado do craque brasileiro, também lamentou a ausência no pódio e colocou-o no patamar de Messi e Cristiano Ronaldo como melhores jogadores do planeta.

Globo Esporte