Logo PARAÍBA.com.br


Polícia apreende maconha e indicia flanelinha por tráfico de drogas em Guarabira

2017-01-11 09:05:00.0

Uma ação integrada realizada na tarde desta quarta-feira (4) pela Polícia Civil, por meio do Grupo Tático Especial (GTE) da 8ª Delegacia Seccional de Guarabira no Brejo paraibano e policiais do IV Batalhão da Polícia Militar, conseguiu apreender 2,5 kg de maconha em uma casa no bairro do Nordeste e identificar o morador da residência e provável dono da droga, o ex-presidiário Washinton Luciano Oliveira.

A ação policial foi motivada por uma informação anônima repassada para o número 197 Disque Denúncia da Secretaria de Estado da Segurança e da Defesa Social (Seds). Segundo a pessoa que entrou em contato com a polícia esta semana, um homem estava vendendo drogas em uma residência localizada na comunidade conhecida como Grotas, no bairro do Nordeste.

A partir das informações, a polícia realizou várias buscas na área. A casa do suspeito foi descoberta durante uma dessas diligências e para que ele não escapasse foi montado um cerco policial na Rua Humberto Pinto Aranha, onde fica a casa do investigado. Tentando não chamar atenção, os policiais agiram rápido, chamaram por Washinton e como não tiveram resposta entraram na residência.

Ninguém foi encontrado no local, mas durante as buscas os policiais acharam 2,5 kg de maconha em um quarto. Ela estava em uma mochila preta escondida dentro de um guarda roupa. A droga separada em vários tabletes e embalada em sacolas plásticas parecia estar preparada para ser levada para outro local, isso porque na residência não foi encontrada nenhuma balança de precisão nem sacos ou papelotes usados normalmente para fracionar a maconha em pequenas porções.

“Apesar de a droga ter sido encontrada na casa, não achamos nenhum indício de que no local funcionava uma ‘boca de fumo’. Acredito que a residência do suspeito é um ponto de distribuição de entorpecentes, ou seja, a droga que chegava aqui era separada e embalada e em seguida era levada para os pontos de venda que funcionam em vários bairros da cidade de Guarabira”, falou o delegado Hugo Lucena.
Washinton está em regime condicional e como trabalha como flanelinha não apresentava nenhuma atitude suspeita no setor que trabalhava, mas as investigações mostraram que ele tem uma ligação com um grupo criminoso responsável pelo abastecimento de drogas na cidade. Agora as diligências continuam para descobrir o paradeiro de Washinton Luiz Oliveira, que foi indiciado por tráfico de drogas.                  

QAP 24 horas