Logo PARAÍBA.com.br


Presidente conta detalhes da noite de terror vivida por equipe do Sousa: 'estamos assustados'

2017-07-16 13:55:00.0

Após os episódios com as torcidas de Vasco, Corinthians e Palmeiras na última semana, agora foi a vez da violência atrapalhar o andamento da Série D do Campeonato Brasileiro. O ônibus do time do Sousa que está em Sobral, no interior do Ceará, para enfrentar o Guarany no primeiro mata-mata da competição foi depredado na madrugada deste domingo (16).

Em conversa com a reportagem do Diário Esportivo, o presidente do Sousa, Aldeone Abrantes, informou que o veículo estava em um estacionamento, sem passageiros e ninguém ficou ferido, ainda não se sabe que praticou o ato, mas supostamente por torcedores do time cearense deixou muito assustados todos os jogadores e integrantes da delegação da equipe da sertaneja.

O episódio aconteceu durante a madrugada, quando a delegação paraibana estava concentrada para o jogo marcado para começar às 16h no Estádio do Junco, em Sobral.

“A delegação estava concentrada em um hotel da cidade, enquanto o ônibus ficou guardado em um estacionamento próximo. Foi nesse momento que aconteceu a depredação. As imagens do veículo mostram vidros quebrados, lataria amassada e até marcas que, para o presidente do clube da Paraíba, parecem ter sido feitas por balas de arma de fogo”, disse.

Aldeone acha que imagens acima parecem ter sido feitas por balas de arma

O presidente explicou que a diretoria do clube já entrou em contato com a polícia, onde registrou um boletim de ocorrência.

“Os jogadores estão assustados e preocupados com a segurança até que o time pegue a estrada de volta para Sousa”.

LUTO
Aldeone que já está em Sousa, devido ao falecimento o seu pai, Valmir Ferreira de Sousa. Ele disse que estava em Sobral, mas devido o acontecido, teve que retornar a Sousa e que está no velório do pai, mas “que rogar a Deus para que tudo ocorra bem em Sobral, pois ele está passando pelo momento difícil com a morte do pai’.

DECRETO
Por conta do falecimento do pai de Aldene (presidente do Sousa e presidente da câmara dos vereadores), o prefeito Fábio Tyrone decretou luto oficial de três dias no município.


Diário do Sertão