Logo PARAÍBA.com.br


Vereadores aceitam pedido de cassação e vão investigar Berg Lima; Executiva expulsa prefeito

2017-07-17 17:03:00.0

A Câmara Municipal de Bayeux aceitou, na tarde desta segunda-feira (17), o pedido de cassação do prefeito afastado, Berg Lima (Podemos), apresentado pelo vereador Adriano Martins (PMDB), na última sexta-feira (14).

Por unanimidade, os 16 vereadores votaram pelo prosseguimento do pedido de cassação. O presidente só teria direito a voto em caso de empate. Foi formada a Comissão Processante para investigar as denúncuas contra Berg.

Foram indicados os vereadores Netinho Figueiredo, Lico e Rony Alencar. Eles terão o prazo máximo de 90 dias para dar o parecer sobre as denúncias. Caso o parecer seja favorável, o plenário decidirá o futuro do gestor.

Também na  tarde desta segunda-feira,  a Executiva Estadual do Podemos, expulsou dos quadros do partido, o prefeito afastado  Berg Lima. A decisão foi tomada por unanimidade.

O presidente estadual do Podemos, Janduhy Carneiro, explicou  que a sigla cumpriu com o seu papel. Segundo o presidente, o caso agora será remetido ao Conselho de Ética do Podemos, em nível nacional.

“A executiva fez sua parte. Como Berg era presidente do Podemos em Bayeux, a Direção Nacional chamou para si o caso. Estamos encaminhando a decisão e o Conselho de Ética da Executiva Nacional vai se pronunciar sobre a expulsão. Temos a linha da decência e da ética na política”, disse Janduhy.