Logo PARAÍBA.com.br


Análise: Cruzeiro não vence, mas convence em empate com o Flamengo

2017-07-17 09:14:00.0

O Cruzeiro não venceu o Flamengo, na tarde de domingo, no Mineirão. Mas a torcida deixou o estádio satisfeita com o que viu no empate por 1 a 1. O time teve, mais uma vez, segurança defensiva e conseguiu criar boas chances no ataque - além de demonstrar espírito de luta e não se entregar em momento nenhum da partida.

A entrada de Murilo Cerqueira estabilizou a defesa cruzeirense. O jovem zagueiro tem mostrado segurança e maturidade para a idade, além de conseguir fazer com que o futebol do companheiro Léo também crescesse. Mesmo com o intenso volume de jogo do Flamengo, que teve mais posse de bola, o Cruzeiro não ficou muito exposto e nem foi ameaçado.

É claro que para a dupla de zaga ter boa atuação, os homens de frente precisam ajudar na marcação. Foi exatamente o que Elber, Alisson, Thiago Neves e Rafael Sobis fizeram. Os quatro cumpriram bem a função de marcar a saída de bola dos cariocas e acompanhar as subidas de laterais e volantes adversários. Com isso, o Cruzeiro ficou mais compacto em campo, diminuiu os espaços do Flamengo e conseguiu ter boa consistência defensiva.

No ataque, Thiago Neves, mais uma vez, foi o cérebro do time. O meia paranaense vive excelente fase. Tem inteligência acima da média. A capacidade de antever as jogadas soma-se ao seu toque refinado, o que tem surtido efeito e tornado o Cruzeiro um time muito perigoso. A sequência de jogos, no entanto, está muito pesada. O camisa 30 tem deixado o campo exausto, porque também participa muito da marcação. As voltas de Arrascaeta, Rafinha e Robinho devem dar a Mano Menezes chance de descansar seu principal jogador.

Atuações de Léo têm melhorado com ajuda do jovem Murilo (Foto: Mauricio Farias/Light Press/Cruzeiro)Atuações de Léo têm melhorado com ajuda do jovem Murilo (Foto: Mauricio Farias/Light Press/Cruzeiro)Atuações de Léo têm melhorado com ajuda do jovem Murilo (Foto: Mauricio Farias/Light Press/Cruzeiro)

Uma menção especial deve ser feita a Lucas Romero. Mais uma vez. O volante tem dado conta do recado na lateral direita. O argentino não é um jogador repleto de técnica, mas compensa qualquer defeito com muita entrega e valentia. Não por acaso, é o xodó dos cruzeirenses. Na próxima quinta-feira, diante do Fluminense, com a volta de Ezequiel, Romero deve voltar para o meio, muito provavelmente no lugar de Élber.

Lucas Romero em lance de Cruzeiro x Flamengo (Foto:  Mauricio Farias/Light Press/Cruzeiro)Lucas Romero em lance de Cruzeiro x Flamengo (Foto:  Mauricio Farias/Light Press/Cruzeiro)Lucas Romero em lance de Cruzeiro x Flamengo (Foto: Mauricio Farias/Light Press/Cruzeiro)

Globo Esporte