Logo PARAÍBA.com.br


TJ-PB deveria economizar cortando auxílios e diárias em vez de fechar comarcas, afirmam servidores

2017-09-13 11:07:00.0

O presidente do Sindicato dos Servidores do Tribunal de Justiça da Paraíba, João Ramalho, se posicionou durante sessão especial na Assembleia Legislativa para debater o fechamento de comarcas na Paraíba e destacou que há 'outras maneiras de economizar'.

"O fechamento de comarcas prejudica a sociedade, os servidores, os operadores do direito... é um projeto desastroso não pode ser feito através de resolução porque para a criação de comarcas é preciso uma Lei Orgânica através da Assembleia e tem que ser modificado por outra lei. O debate tem que ir para a Casa", disse.

Para Ramalho, o TJ-PB precisa se abrir e não pode declarar para a sociedade que vai fechar comarcas sem ouvir a população. "Tem outros meios de economizar: a questão do auxílio moradia que são R$ 10 milhões, pecúnias, diárias, frota de veículos, redução de assessores... outros meios. O mais salutar para a sociedade é a manutenção de comarcas, concurso público, não pode sem debates. Acredito que a Assembleia vai entrar com ação de inconstitucionalidade e o sindicato irá ao Conselho Nacional de Justiça evitar essa desinstalação", concluiu. 


Marília Domingues/ Fernando Braz