Logo PARAÍBA.com.br


Cruzeiro mantém embalo, mostra coesão e 'inici' caça ao líder

2017-10-12 11:24:00.0

Rafael Sobis comemora gol do Cruzeiro com Diogo Barbosa (Foto: Rodrigo Rodrigues/Light Press)Rafael Sobis comemora gol do Cruzeiro com Diogo Barbosa (Foto: Rodrigo Rodrigues/Light Press)

O Cruzeiro, definitivamente, se juntou ao grupo daqueles que ainda nutrem alguma esperança de conquistar o título do Campeonato Brasileiro. O Corinthians lidera soberanamente, com 11 pontos de vantagem para a Raposa, provisoriamente na vice-liderança, mas podendo perder o posto para o Santos, nesta quinta. Além disso, a vitória por 1 a 0 sobre o Grêmio manteve o embalo da equipe - oito jogos de invencibilidade no Brasileiro -, mostrando força também na competição nacional.

Faltando 10 rodadas para o Cruzeiro, ainda são 30 pontos a disputar no Brasileiro. Para tirar 11 pontos e com um jogo a mais, seria preciso uma campanha quase perfeita na reta final para ter chances de disputar o título do Brasileiro com o Corinthians. Mas sonhar não custa!

Apesar de difícil, o Cruzeiro ocupa o posto de melhor equipe do returno, com 20 pontos conquistados, dois pontos a mais que o Botafogo, com 18 pontos e um jogo a menos. O aproveitamento beira os 75%, com seis vitórias, dois empates e uma derrota. Já são oito partidas seguidas invicto na competição nacional.

Além disso, o Cruzeiro ainda tem 13 jogos em sequência sem derrota na temporada, sendo a última contra o Grêmio, pelo primeiro jogo da semifinal da Copa do Brasil. O embalo mostra a coesão do time, que culminou no pentacampeonato da Copa do Brasil e na ascensão na tabela do Campeonato Brasileiro.

Manoel entrou como titular e mostrou novamente eficiência (Foto: Agência I7/Mineirão)Manoel entrou como titular e mostrou novamente eficiência (Foto: Agência I7/Mineirão)Manoel entrou como titular e mostrou novamente eficiência (Foto: Agência I7/Mineirão)

 

Força do grupo

 

Mesmo convivendo com desfalques, o Cruzeiro continua a mostrar força. Nos dois últimos jogos, por exemplo, não contou com os titulares Fábio, Murilo, Léo, além de Sassá e Robinho, há mais tempo machucados. O time ainda não contou com Arrascaeta, com a seleção uruguaia. Ainda assim, conseguiu vitórias sobre Ponte Preta e Grêmio. Quem entrou, deu conta do recado e até foi decisivo nos triunfos, como foi o caso de Manoel, autor de um dos gols contra a Ponte.

Mesmo que distante e com poucas chances de título - menos de 5% - o Cruzeiro ainda tem a possibilidade de sonhar com o título do Campeonato Brasileiro e, quem sabe, terminar o ano com duas conquistas nacionais. Quem sabe, o sonho distante não se torne possível no fim do campeonato.

Globo Esporte