X
Dólar
Euro
Tue Dec 18 10:03:49 GMT-03:00 2018

Paraíba

Judiciário estadual e Fundação Cidade Viva instalam fábrica de gesso em penitenciária

2018-11-14 09:28:00.0
Foto: Assessoria
Parceria entre o Poder Judiciário estadual, por meio da 1º Juizado Especial Regional Misto de Mangabeira, com a Fundação Cidade Vida, desencadeou mais um projeto de ressocialização na Penitenciária de Segurança Máxima Criminalista Geraldo Beltrão, em João Pessoa. Na manhã desta terça-feira (13), foi inaugurada, dentro do Presídio, as instalações de uma fábrica de gesso, que funcionará com mão de obra exclusiva de apenados.

 

De acordo com o juiz titular do 1º Juizado Especial, Meales Medeiros de Melo, o Projeto é financiado com recursos provenientes de prestação pecuniária, imposta em procedimentos criminais de apenados que cometeram delitos de pequeno potencial ofensivo. O magistrado destacou que a iniciativa visa oferecer ao detento uma profissão técnica. "Ao final, o Projeto busca prepará-lo para o mercado de trabalho, após o cumprimento de sua respectiva pena", declarou.

O diretor da Penitenciária, João Rosas, informou que a unidade fabril produzirá, a princípio, o denominado Gesso 3D, atualmente muito utilizado em revestimento de paredes de edifícios residenciais e comerciais. Adiantou que a fábrica já tem estocado 2 toneladas de matéria prima. "A tendência é produzir todo tipo de gesso, de acordo com a demanda", acrescentou.

O gestor da Penitenciária informou, também, que o próximo passo será a divulgação da fábrica e de seus produtos, como forma de atrair clientes. "Vamos utilizar as mídias sociais para divulgar esse trabalho. Para isso, teremos uma página na internet, instagram, facebook, whatsapp, etc. O objetivo é conquistar clientes", comentou João Rosas.

Presença - O evento contou, também, com a presença dos juízes Carlos Neves da Franca Neto e Andrea Arcoverde Cavalcanti Vaz, respectivamente, titular e auxiliar da Vara de Execução Pena (VEP) da Capital; o secretário de Administração Penitenciária do Estado, Sérgio Fonseca de Souza; e do Pastor Moisés Lima, representante da Fundação Cidade Viva.

Assessoria

Você também pode enviar informações à redação do portal paraiba.com.br pelo whatsapp 83 98149 3906.

Em cumprimento à Legislação Eleitoral, o Portal Paraíba.com.br não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo após o encerramento das eleições de 2018.