X
Dólar
Euro
Wed Feb 20 07:05:37 GMT-03:00 2019

Brasil

Sisu 2019: Veja as notas de corte parciais mais altas em cada estado

2019-01-26 11:53:00.0

Medicina é o curso com a nota de corte mais alta no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) em 22 estados brasileiros, segundo um levantamento feito com base nas informações divulgadas pelo Ministério da Educação e disponíveis no site do Sisu durante a madrugada desta sexta-feira (25).

Além de medicina, os cursos que têm as notas de corte parciais mais altas são direito, engenharia civil e engenharia aeronáutica.

O levantamento abrange o Distrito Federal e os 25 estados que aderiram a essa edição do Sisu – Rondônia é o único estado que não tem instituições participantes da seleção.

Notas de corte do Sisu 2019 por estado — Foto: Fernanda Garrafiel/G1Notas de corte do Sisu 2019 por estado — Foto: Fernanda Garrafiel/G1

As inscrições para a edição do primeiro semestre de 2019 do Sisu foram prorrogadas pelo Ministério da Educação e podem ser feitas pela internet até as 23h59 de domingo (27).

 

A nota de corte do Sisu

 

As notas de corte são parciais e calculadas com base na nota dos candidatos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e a quantidade de vagas. Elas servem como um indicativo de quantos pontos um candidato necessitaria para ser aprovado naquela disputa.

Cada curso pode ter mais de uma nota corte, já que a disputa varia de acordo com as modalidades, tanto de ampla concorrência quanto de cotas raciais, sociais, de renda e para pessoas com deficiência.

No caso da ampla concorrência, algumas instituições oferecem bônus na nota do Enem a candidatos que cumpram determinados requisitos. Em geral, a pontuação extra é oferecida a residentes locais, como uma forma de evitar que um grande número de vagas seja preenchido por candidatos de fora da região ou do estado.

 

As maiores notas de corte do Sisu 2019 por estado:

 

 

  • Acre: medicina (Ufac, campus Rio Branco): 861,77 (ampla concorrência)
  • Alagoas: medicina (Ufal, campus A. C. Simões): 785,56 (ampla concorrência)
  • Amazonas: medicina (Ufam, campus Manaus): 808,42 (ampla concorrência)
  • Amapá: medicina (Unifap, campus Marco Zero): 781,80 (ampla concorrência)
  • Bahia: medicina (Uesc, campus Ilhéus-Salobrinho): 792,20 (ampla concorrência)
  • Ceará: engenharia civil (IFCE, campus Fortaleza): 874,85 (ampla concorrência)
  • Distrito Federal: medicina (UnB, campus Darcy Ribeiro): 820,66 (ampla concorrência)
  • Espírito Santo: medicina (Ufes, campus de Ciências da Saúde): 807,79 (ampla concorrência)
  • Goiás: medicina (UFG, campus Goiânia): 797,50 (ampla concorrência)
  • Maranhão: medicina (Ufma, Cidade Universitária): 788,26 (ampla concorrência)
  • Mato Grosso: medicina (UFMT, campus de Cuiabá): 787,76 (ampla concorrência)
  • Mato Grosso do Sul: medicina (UFMS, campus de Três Lagoas): 816,22 (ampla concorrência)
  • Minas Gerais: medicina (Ufop, campus Morro do Cruzeiro): 812,96 (ampla concorrência)
  • Pará: direito (Unifesspa, campus Marabá): 861,89 (ampla concorrência)
  • Paraná: medicina (UFPR, campus Centro): 827,43 (ampla concorrência)
  • Paraíba: medicina (UFPB, campus Sede): 788,36 (ampla concorrência)
  • Pernambuco: medicina (UFPE, campus Caruaru): 853,62 (ampla concorrência)
  • Piauí: medicina (UFPI, campus Sede): 802,11 (ampla concorrência)
  • Rio de Janeiro: direito (UFF, campus Aterrado): 834,47 (ampla concorrência)
  • Rio Grande do Norte: medicina (UFRN, campus Caicó): 902,05 (ampla concorrência)
  • Rio Grande do Sul: medicina (UFCSPA, campus Central): 798,14 (ampla concorrência)
  • Roraima: medicina (UFRR, campus Paricarana): 775,33 (ampla concorrência)
  • Santa Catarina: medicina (UFSC, campus Sede): 821,65 (ampla concorrência)
  • São Paulo: engenharia aeronáutica (USP, campus São Carlos): 894,75 (ampla concorrência)
  • Sergipe: medicina (UFS, campus da Saúde): 785,22 (ampla concorrência)
  • Tocantins: medicina (UFT, campus Palmas): 786,96 (ampla concorrência)

 

G1

Você também pode enviar informações à redação do portal paraiba.com.br pelo whatsapp 83 98149 3906.