X
Dólar
Euro
Tue Mar 19 11:56:45 GMT-03:00 2019

Paraíba

PMJP amplia programa Criança Feliz na Capital e aumenta a capacidade de atendimento domiciliar desde a primeira infância

2019-03-12 15:05:00.0
Foto: Kleyde Teixeira

O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, anunciou, na manhã desta terça-feira (12), a expansão do Programa Criança Feliz em João Pessoa, com aumento da equipe de visitadores, que passa de 43 para 86, dobrando o número de crianças atendidas. O objetivo é aumentar as visitas domiciliares às famílias de crianças de até 3 anos, que recebem o benefício do Bolsa Família, e as até 6 anos com o Benefício de Prestação Continuada (BPC). Coordenado pela Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), somente no ano passado, 13 mil crianças receberam os profissionais em suas casas.

Lançado em 2016 em todo o País, o Programa incentiva famílias a cuidarem melhor de suas crianças, através das visitas realizadas pelos assistentes sociais. Dentre os temas abordados pelos profissionais está a orientação sobre amamentação, nutrição infantil e educação, como forma de promover o desenvolvimento humano a partir do apoio e acompanhamento do desenvolvimento infantil integral na primeira infância.

“Este acompanhamento desde a primeira infância também em suas residências, com o apoio de assistentes sociais, é muito importante para o desenvolvimento pleno das crianças. Além de uma educação de qualidade oferecida pela Prefeitura, verificar como é o dia a dia delas em suas casas, qual a situação real e de que forma precisamos atuar mais diretamente também com as famílias é fundamental para que essa nova geração se desenvolva com perspectivas de vida melhor. Dessa forma, podemos pensar políticas públicas que melhorem a qualidade de vida destas crianças em todos os aspectos de suas vidas”, afirmou o prefeito Luciano Cartaxo.

O Programa é uma estratégia alinhada ao Marco Legal da Primeira Infância, que traz diretrizes para a formulação e a implementação de políticas públicas para as crianças em atenção à especificidade e a relevância dos primeiros anos de vida no desenvolvimento infantil. Ele foi instituído por meio do Decreto nº 8.869, de 5 de outubro de 2016, de caráter intersetorial e com a finalidade de promover o desenvolvimento integral das crianças, considerando sua família e seu contexto de vida. O público prioritário é também gestantes e crianças até 6 anos afastadas do convívio familiar em razão da aplicação de medida protetiva prevista no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

“Parabenizamos os nossos visitadores pelo trabalho realizado no ano passado, onde realizamos mais de 13 mil visitas e temos a expectativa de dobrar estes atendimentos, batendo na porta das pessoas para ajudar pais e mães a cuidarem de seus filhos. Às vezes o que percebemos é que falta até mesmo o calor humano, o carinho nestas famílias. E esse trabalho social contribui para transformar a vida destas crianças”, afirmou o secretário do Desenvolvimento Social, Diego Tavares.

Secom-JP

Você também pode enviar informações à redação do portal paraiba.com.br pelo whatsapp 83 98149 3906.