X
Dólar
Euro
24 de April de 2019

Policial

Roberto Santiago divide cela com outro preso e manda buscar ventilador

23/03/2019 | 08h19min

O empresário Roberto Santiago, preso no início da manhã desta sexta-feira (22) na terceira fase da Operação Xeque-Mate, está dividindo a cela com outro preso no 1º Batalhão da Polícia Militar da Paraíba, localizado no Centro da Capital.

Santiago chegou ao 1ºBPM no início da tarde de hoje após a audiência de custódia no sexto andar do Fórum Criminal de João Pessoa. A sessão foi presidida pelo juiz substituto da 2ª Vara da Comarca de Cabedelo, Henrique Jorge Jácome de Figueiredo, que decidiu, após ouvir o representante do Ministério Público e o advogado de defesa, encaminhar o empresário para o 1ºBPM.

Segundo informações DO  comandante do 1ºBPM, coronel Cristóvam  Lucas o  espaço é uma cela normal, com banheiro e uma cama.

Roberto Santiago pediu ao seu advogado para providenciar um ventilador.

Quanto a alimentação – café, almoço e jantar -, será fornecida pelo Estado. O comandante do 1ºBPM disse, entretanto, que o empresário pode receber comida de fora.

“Se ele não quiser a comida fornecida pelo Estado, ele pode mandar buscar comida de fora. “A gente faz uma verificação e deixa entrar, até porque alguns presos têm problemas de pressão arterial, diabetes”, explicou Cel. Lucas.

Roberto Santiago foi preso no início da manhã desta sexta-feira, por força de um mandado de prisão preventiva, oriundo da 1ª Vara da Comarca de Cabedelo, nos autos do Processo nº 0000026-81.2019.8150731, relacionado à Operação Xeque-Mate. Quando os agentes da Polícia Federal chegaram, ele estava em sua casa, no Bairro do Bessa, na Capital. O empresário é acusado de participar do esquema de corrupção e fraudes licitatórias no Município de Cabedelo, Região Metropolitana de João Pessoa. Roberto Santiago é proprietário dos Shoppings Manaíra e Mangabeira.

parlamentopb

Você também pode enviar informações à redação do portal paraiba.com.br pelo whatsapp 83 98149 3906.