X
Dólar
Euro
24 de April de 2019

Paraíba

Governo da Paraíba vai ampliar o programa de pesquisas para o SUS

07/04/2019 | 12h32min
Foto: Diego Nóbrega

O Governo do Estado vai ampliar a participação da Paraíba no Programa Pesquisas para o SUS: Gestão Compartilhada em Saúde (PPSUS) no próximo edital. A informação foi dada pelo secretário executivo estadual da Ciência e Tecnologia, Cláudio Furtado, durante a abertura do Seminário de apresentação final dos projetos de pesquisa do Programa PPSUS-PB nessa sexta-feira (5), no Centro de Ciências Médicas (CCM – UFPB), em João Pessoa.


O evento reuniu profissionais da área de saúde de instituições de ensino superior na Paraíba que apresentaram pesquisas voltadas para a melhoria dos procedimentos do Sistema Único de Saúde (SUS) – desde a gestão administrativa e operacional até o estudo de doenças e diagnósticos dentro de temas como "Envelhecimento e Saúde", "Doenças Transmissíveis e não Transmissíveis", "Gestão dos Serviços de Saúde" e "Redução de Agravos e Riscos".


Na Paraíba, foram realizados 25 projetos com um orçamento de R$ 1,2 milhão do Ministério da Saúde, realizados por meio do CNPq em âmbito federal (800 mil) e pela Fapesq na Paraíba (Governo Estadual R$ 400 mil). "As pesquisas aqui apresentadas refletem a capacidade da produção científica na Paraíba com um viés que aponta para as necessidades locais. Contudo, os resultados podem ser aplicados em outros Estados brasileiros. O progresso do PPSUS na Paraíba traz credibilidade e interesse por parte do Estado em ampliar esse programa no próximo edital. Nossa meta é alcançar R$ 3 milhões", afirmou Furtado.


O novo edital do PPSUS ainda não tem data confirmada, mas a coordenadora nacional do PPSUS no Ministério da Saúde, Marge Tenório, adianta que está programado para o início do próximo ano. "Certamente o programa PPSUS será mantido. O calendário de 2019 está comprometido com os fechamentos e apresentação dos resultados do programa em todos os Estados", declarou.


O presidente da Fundação de Apoio à Pesquisa da Paraíba (Fapesq), Roberto Germano, disse que "esse é um momento importante para o Estado da Paraíba, quando é feito o fechamento dessas ações e tornando público esses resultados. O cidadão deve entender que a ciência e tecnologia fazem parte da sua rotina. E a pesquisa resulta em melhorias para a sociedade como um todo".


Os trabalhos foram avaliados em bancas compostas pelos professores Tarciana Nobre (UEPB); Demétrius Antônio Machado (UFPB); Cláudia Helena Soares de Moraes Freitas ( UFPB) e Fábio Sampaio (UFPB). E pelos representantes de instituições: Marge Tenório e Cremildo Baptista, do Ministério da Saúde; Suzana Oliveira, do CNPq. E da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PB), Fernando Lopes, diretor do Centro Formador de Recursos Humanos, além de outros avaliadores.

Secom PB

Você também pode enviar informações à redação do portal paraiba.com.br pelo whatsapp 83 98149 3906.